Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O meu carrinho

por vidanapenumbra, em 21.11.08

P.S. Imagem retirada da net

 

      Aqui está o meu carrinho... quer dizer dentro do género...  Não tem esta cor, e este ainda é mais recente; já sei que vão dizer é velho.... pois até pode ser,  a verdade é que tenho que me guiar pela minha carteira e se no inicio lhe punha "montes" de defeitos (é  grande, é a gasolina, é velho etc...), agora até o acho bonito e não me deixa ficar mal visto hehe.

      Fiz uma viagem longa sem conhecer o meu Nissan nem o caminho (uma verdadeira aventura), pior só mesmo o facto de ter pouca experiencia na estrada.

      Aventurei-me e cheguei ao destino. Vinha de tal forma concentrado na condução e em stress para não fazer disparates que as minhas pernas pareciam tremer e pesadas, mas assim que cheguei ao destino ficou estacionado no primeiro buraco que encontrei.

      Hoje agarrei nele para fazer mais uma viagem (desta vez muito mais curta).

      Ainda levei uma buzinadela de um gajo qualquer, que só porque ia a cumprir os limites de velocidade... achou que estava a ir muito devagar. Tambem levou resposta, ele apitou e eu fiz-lhe um "pirete", porque se estava com pressa que saisse da cama mais cedo e se não sabe os limites de velocidade que vá para a escola outra vez.

      Pronto já  desabafei lol,

Eu digo isto mas claro é só agora porque ando com o código todo na cabeça e é cumprir tudo à risca, porque daqui a uns tempos já não levo buzinadelas porque entrei no mundo da condução real.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:19


Férias (continuação)

por vidanapenumbra, em 20.09.08

2ªsemana Setembro

 

(Continuação)

Apesar da semana anterior ter sido espectacular, nada como o nosso lar, a caminha (em que a mãe aconchega-se a nós), e as nossas coisas.
Voltei à rotina mas também à dificuldade que tenho em compreender a minha família e seus hábitos, talvez por não ter sido educado neste tipo de ambiente.
O meu irmão, que não quer fazer nada e dorme durante o dia e pela noite fora anda na vadiagem, enquanto a minha mãe acorda sobressaltada durante a noite e me pede para ir ver se o meu irmão já chegou (ela não dorme e não deixa que eu durma).
A minha mãe todos os dias tem alguma coisa para fazer: ir ao posto médico fazer o penso, o treino (ir para o WC e fazer as necessidades), tomar banho, consultas, ver a família ou simplesmente ir aqui ou ali. Eu como estou tão pouco tempo lá não me importo mas enerva-me ver o meu irmão no sofá enquanto ando para aqui e para ali; então quando digo “mãe hoje vou sair”, arranja mil e uma coisa para se fazer. Acredito que o faça porque se sente mais segura e sempre tem alguém que não seja só para empurrar a cadeira mas também que possa dar uma opinião e explicar. Ela sabe que se me encontrar ao pé dela enquanto ela estiver a “dar nas orelhas” do meu irmão, ele não lhe responde de forma agressiva e se o fizer eu estou lá e falo com ele de maneira a que ele perceba o porque de se estar a agir assim, (vale-me a experiência profissional neste ramo); a minha mãe é uma pessoa muito nervosa e revoltada e por muito que queira não consegue manter-se num determinado tom de voz ou fazer o prosseguimento da conversa no sentido que ela quer e, até onde quer.
 Bem deixando um pouco de lado a família e suas imperfeições, vou contar uma coisa que me fez uma certa confusão. Uma família amiga do nosso lar, foi ter com a minha mãe, que apesar de ter muitas falhas (como todos nós) é muito amiga e boa conselheira para lhe falar de uma questão que a segurança social (que tinha a tutela de uma das irmãs), ter alertado para o facto da menina que esta família cuidava (3/4 anos) ser portadora do vírus HIV. A minha mãe, não sabendo que aconselhar chamou-me na esperança que eu pudesse dizer que deviam fazer e como se orientar. Falei-lhe dos CAT’s que estão espalhados por todo o pais (são anónimos, gratuitos e em poucos minutos se tira as duvidas). Reparei que a Sra. estava em pânico e sem saber que fazer, disse-lhe que iria ver na Internet onde se encontrava o mais perto. Ela agradeceu-me e contou a história toda; parece que a mãe desta pequena já sabia que era portadora deste vírus e mesmo assim teve 3filhos (todos ainda pequenos e cada um de seu pai). Não soube mais nada, apesar de estarmos muitas vezes juntos no café, e por mais que tentasse não conseguia deixar de pensar na pobre criança que veio ao mundo sem culpa nenhuma e reparava que esta menina quando se enervava arrancava os cabelos e se deitava no chão a chorar, ninguém lhe ligava nenhuma pois parecia ser normal (que para mim não o é), sentia-me como se a devesse proteger, (por ser uma bebé e já a considerar de grande coragem por aquilo que mais tarde iria ter de enfrentar), a verdade é que a menina andava sempre atrás de mim para pequenas brincadeiras e miminhos. No penúltimo dia, infelizmente tive conhecimento de mais dois casos deste tipo.
No dia que devia regressar ao trabalho (eu já nos comboios), a minha mãe liga-me para ir ver um carro que me tinham arranjado e que estava segundo um mecânico amigo dela “em muito bom estado”. Fui ver e fiquei com ele, falta passar para o meu nome e tratar de toda a papelada necessária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

subscrever feeds